como o rodrigo aprendeu a tocar violao ty

Existem algumas coisas na vida que são realmente recompensadoras e uma delas é aprender a tocar violão. Quando vemos um músico experiente tocando, bem na frente dos nossos olhos, sentimos uma vontade louca de pegar o instrumento e tentar tocar pelo menos 10% do que ele está tocando. Mas logo vemos que existe uma distância muito grande entre aquele que toca violão efetivamente e aquele que tem vontade de tocar.

Essa distância pode ser encurtada, quando você segue algumas regrinhas básicas sobre teoria musical e abordagens corretas para executar as suas músicas preferidas.

Hoje você vai conhecer a história do Rodrigo Marques, e como ele conseguiu aprender a tocar violão em menos de seis meses, em casa, sem ter que perder muito tempo com tediosas as aulas presenciais.

Os Primeiros Desafios do Rodrigo

A história do Rodrigo começa em 1997, quando sua vontade de tocar violão já não cabia mais em seu peito. Então, ele resolveu tomar uma atitude. Já estava muito envolvido com música para deixar de lado o sonho de tocar de violão.

Em 1997, eu ganhei um violão da marca “Tonante” do meu pai. Eu lembro de cada detalhe daquele dia, até porque, esse foi o dia do meu aniversário em junho daquele ano. O cheiro da madeira foi o que mais me marcou, apesar de que o instrumento era barato e bastante envernizado. Mas aquilo era um sonho para mim, eu via o Eric Clapton tocando e ficava maluco com vontade de tocar também.

Eu estava realmente comprometido a tocar “Tears in Heaven” ainda naquele ano. Eu não sabia se iria conseguir. Mas, eu estava disposto a investir o tempo e o dinheiro necessário para dominar aquela arte. Tocar violão era algo que já estava latente em mim, e só faltava manifestar isso, ainda que eu fosse apenas um jovem de 15 anos.

Mas os problemas começaram a surgir. Dizem que, quando você procura fazer o bem, o mal bate à sua porta. E isso aconteceu com o Rodrigo.

O primeiro dia foi só festa, o violão era muito bonito, com tampo amarelo, fundo avermelhado e cordas de aço. Imagine que aquelas cordas de aço começaram a cortar os meus dedos, e aquilo tudo começou a doer muito. Eu ficava num lugar reservado da casa tentando algum som, porque na verdade, eu não sabia nem mesmo o conceito de acordes. Era pura força de vontade, naquele momento.

Então, o Rodrigo, depois de tentar descobrir algo na primeira semana, resolveu visitar alguns professores de violão. Não que eles não fossem bons, mas o Rodrigo percebeu que aquele seria um longo caminho a ser percorrido até que ele pudesse tocar “Tears in Heaven” como ele sempre sonhou.

Teve um professor de violão que me disse que o P. I. M. A. era apenas a indicação do cavalete do violão e não significava nada além disso. Depois de respostas toscas como essa, eu percebi que poderia aprender muito mais se eu buscasse pelas fontes certas. Os gringos sempre estão muito à frente nessas artes musicais e visuais. Então, eu resolvi aprender com eles o que seria a base de um músico de verdade. Foi aí que algo incrível começou acontecer: eu finalmente comecei a aprender algumas progressões de acordes, além de colecionar alguns riffs para tocar alguns solos e impressionar a minha audiência.

Finalmente, o Rodrigo conseguiu tocar “Tears in Heaven” e não parou por aí. Ele começou a compor suas músicas e entrou de vez nessa indústria. Mas sem deixar de olhar para trás, para aqueles que têm os mesmos problemas que ele teve. Imagine quantos talentos musicais estão sendo desperdiçados, apenas por não terem condições de frequentar aulas de violão presenciais? Muitos deles começam com o violão e não tem a força de vontade que o Rodrigo teve, de persistir com resiliência e buscar pelas fontes certas e verdadeiras, para finalmente, conseguir traçar o caminho que o levou a tocar a sua música predileta.

O Sonho Realizado

Então, o Rodrigo resolveu criar o que foi o primeiro rascunho de um método de violão para iniciantes, que não exige do aluno, nada mais do que força de vontade e perseverança para conquistar seus objetivos. Em 2005, o Rodrigo produziu a primeira versão de um curso de violão para iniciantes, ainda em DVD, e começou a ter seus primeiros alunos ao redor do Brasil.

Depois disso, em 2009, ele fundou o Curso de Violão Club que é uma escola de violão online, com uma série de videoaulas, trazendo a versão mais recente do seu método de violão para iniciantes.

Agora, em 2019, 10 anos depois, o método está trazendo resultados a milhares de pessoas ao redor do mundo, que estão seguindo, através das vídeo aulas, os mesmos passos que o Rodrigo seguiu para realizar seu sonho de aprender violão em menos de 6 meses.

Eu não podia deixar a imensidão de talentos musicais que existem, no Brasil e ao redor do mundo, sem a oportunidade de perceber e o que eu percebi. Aprender teoria musical, antes de aprender violão, foi um passo crucial para o meu desenvolvimento neste instrumento. Depois de compreender como os acordes são formados e como os solos seguem apenas um mapa em uma escala, pude perceber que um método de violão para iniciantes, fácil e rápido, seria algo perfeitamente possível.

Desde então, evoluí meu método para o que hoje nós podemos chamar de Curso de Violão para Iniciantes - Strong Finger. A marca Strong Finger remete àquela dificuldade que eu tive em 1997, porque além das cordas cortarem meus dedos, eu não tinha força suficiente para fazer uma posição chamada Pestana, um recurso muito exigido nas músicas que eu queria tocar.

Essa é realmente uma história de superação e perseverança. Veja que o sonho podia ter chegado ao fim, logo na primeira semana, com as primeiras dificuldades e a falta de informação que ele encontrou na época. Naquele tempo, a internet era discada (56 kbps), vídeo aulas online eram uma coisa impossível naqueles dias. Mesmo assim, com a luz da fé em suas capacidades o Rodrigo conseguiu compreender a teoria musical através dos conteúdos que estavam disponíveis em fontes gringas. Ele compilou tudo isso em uma pasta de documentos que ele estudava e praticava todos os dias, isso no final do século passado.

Seguindo com a minha intuição musical, tive a oportunidade de conviver com músicos profissionais em estúdio de gravação e eles só confirmaram que tudo aquilo que eu havia aprendido com os gringos era exatamente a mentalidade que eles usavam, toda vez que precisavam tirar um solo ou fazer uma progressão de acordes de improviso.

Esses instrumentos psicológicos são tudo o que um músico deseja para formar uma base teórica sólida, que fala a mesma linguagem dos músicos profissionais, a fim de seguir em uma carreira de constante evolução e desfrute pleno das suas capacidades no violão acústico.

Agora É a Sua Vez!

Assim surgiu o “Curso de Violão Para Iniciantes - Strong Finger” o método de violão para iniciantes mais eficiente do Brasil.

Esse curso é baseado em símbolos que ajudam você a memorizar uma coleção de acordes, tornando possível criar o seu repertório de habilidades que permitirão a você tocar qualquer música que você desejar.

E para você que gostou da ideia, o Rodrigo tem uma oferta especial: 

strong finger 40off ty

Sim! Você pode aproveitar essa super condição e o melhor de tudo: você pode fazer o curso totalmente online, tanto pelo notebook quanto pelo smartphone.

Quando você realizar a sua inscrição por Cartão de Crédito, seu login e senha serão enviados imediatamente, e você poderá iniciar o curso o quanto antes. No pagamento por Boleto Bancário, as suas credenciais de acesso ao curso serão geradas após a compensação bancária (em até 24 horas). 

Mas lembre-se: esse super desconto é exclusivo para você que está lendo esse post. Pode ser que no futuro esse desconto termine. Então, é melhor não deixar para comprar depois.

Não perca mais tempo! Clique agora no botão abaixo e inscreva-se no curso de violão que está realizando o sonho de tocar violão em todos os cantos do Brasil!

eu quero botaoDesejo sucesso!

 

 

 

 

 

Categorias

rodrigo marques

Rodrigo Marques

O Curso de Violão Club acredita que a música é uma arte que realiza sonhos. Acima de tudo, acreditamos que tocar violão é mais do que uma forma de expressar arte, é também um caminho para o autoconhecimento, desenvolvimento da disciplina e do caráter humano.