Aprender a tocar violão pode ser prezei roso quando se tem uma motivação. Minha motivação era uma força inexplicável que saia de dentro de mim, que me movia rumo ao desconhecido. Lembro-me bem daquela manhã do mês de março de 1997, quando pedi ao meu pai um violão. Eu disse: Pai, eu quero aprender violão, pois tenho muito vontade e vou aprender de qualquer jeito! Ele: Claro meu filho... Seu avô tocava viola como ninguém e eu quero ver você tocando também. Foi assim que eu comecei a minha carreira de violonista. Prometo contar mais detalhes em outro post, mas agora eu vou me concentrar no foco do nosso assunto e o tema pelo qual você se interessou no título, não é mesmo?

Tocar violão para as massas... Isso lembra músicos famosos, tocando a sua canção predileta, fazendo acordes poderosos em seus violões elétricos, verdadeiras máquinas dos Deuses. Olha, por falar em Deuses, os grandes músicos assim são tratados por seus fãs.

Tocar para as massas pode ser também interpretado como aquele padeiro que está aprendendo violão e leva o instrumento pra cozinha enquanto faz o pão. Mas no nosso caso, tocar para as massas quer dizer realizar um sonho de se tornar famoso por fazer algo bem feito, o que no nosso caso se traduz em “tocar violão”.

Quando o músico está no palco é como se ele tivesse incorporado uma força que vem de dentro, porque o músico é músico de corpo de alma. Por esse motivo é que o som é tão bonito e toca fundo o nosso ser.

Quando toquei para massas pela primeira vez, foi quando a minha mãe estava fazendo bolo de chocolate, e isso foi em 1997 mesmo, quando tirei meus primeiros acordes. Depois, em 1999, toquei para massas no sentido proposto da palavra, cantei e toquei meu violão para 5 mil pessoas em um programa de TV local, chamado Frutos do Araguaia, em Barra do Garças – MT. Eu tinha 17 anos, era um garoto cheio de espinhas, ainda muito tímido, mas com 30 músicas inéditas, todas no estilo pop romântico. Eu cantei uma música muito conhecida, a do Bryan Adams - Please Forgive Me. Quando entrei no palco, vestindo um blazer e uma calça jeans, iniciou-se a introdução da música, onde eu me preparei para o ato em si. Heheheh. Então a guitarra solo (lindo o solo) terminou sua frase e chegou a hora esperada; cantei o primeiro verso da música: “It still fells like our first night together...” Que legal! Foi maravilhoso! O povo do auditório começou a aplaudir depois dessa frase. Adorei!

Quando você entra no palco pra cantar, dá muito frio na espinha, mas quando você coloca sua voz na música, faz a coisa acontecer... Então vem uma força de dentro pra fora e você se transforma, de um simples Clark Kent, em um Superman! Que canta! Ehhehehe.

Depois conto mais histórias de palco. Tem a de um festival onde toquei pro ganhador, que por sinal é meu amigo, mas isso eu conto depois.

Enfim, não desista do seu Violão (com V maiúsculo), pois ele pode te levar pra lugares e acontecimentos que você nunca sonhou na sua vida!

Deixe o seu comentário logo abaixo, é importante deixar a sua pegada aqui.

Conheça o Curso de Violão Online aqui no site.

Abraço, e te vejo no próximo post!

 

 

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja conhecer os 4 Acordes que Você Precisa Saber para Tocar Violão de Uma Vez por Todas, recomendo que assista a esse vídeo agora mesmo.

QUERO VER O VÍDEO


Categorias

rodrigo marques

Rodrigo Marques

O Curso de Violão Club acredita que a música é uma arte que realiza sonhos. Acima de tudo, acreditamos que tocar violão é mais do que uma forma de expressar arte, é também um caminho para o autoconhecimento, desenvolvimento da disciplina e do caráter humano.