bebe-violaoTodo mundo cresce sonhando ser uma estrela rock, de ser capaz de rasgar em uma guitarra elétrica e impressionar as massas. Mesmo um dos mais populares jogos de hoje, Guitar Hero, baseia-se em torno do povo primitivo desejo de tocar a guitarra. A guitarra elétrica é o elemento que mais define a música do século 20 e sua evolução desde a big band para as bandas que hoje conhecemos.

Quem inventou a guitarra elétrica?

Durante os anos 1920 e 1930 muitos indivíduos e empresas estavam experimentando modelos que lhes permitam fazer as guitarras soarem mais alto. Com bandas ficando maiores, e audiências ficando massivas, era importante ser capaz de ouvir cada instrumento individualmente.

Em 1924, Lloyd Loar da Gibson Guitar Company foi desenvolver um meio (um captador elétrico) para transmitir as vibrações das cordas através de uma ponte para um ímã e bobina, o formavam sinais elétricos que eram passados para um dispositivo de amplificação. Em 1928 "guitarras"(Brasil o nome da Guitarra Acústica é Violão) foram oficialmente comercializadas e vendidas ao público.

No entanto, o problema com esta era a transferência das vibrações para os captadores antes de serem enviados para um amplificador, o sinal era demasiado fraco. Portanto, um método mais direto teve de ser desenvolvido. O primeiro a fazê-lo, e obter a patente, para ele, era George Beauchamp, juntamente com Adolph Rickenbacker e sua empresa.

A guitarra era conhecida tanto como "Guitarra Panqueca" e como "Guitarra Frigideira" devido à sua aparência plana e porque ela era tocada colada ao músico. Disponível a partir de 1931, a guitarra foi feita de alumínio fundido e aço.


Eles realizaram sons notáveis após a invenção da guitarra elétrica

Antes disso, havia outros modelos sendo experimentados por muitas outras pessoas. Les Paul, por exemplo, foi trabalhar com microfones ligados às guitarras. Até a década de 1940 Les Paul iria inventar uma coisa muito mais bem sucedida, que foi a guitarra com corpo de madeira maciça.

Foi designado como "The Log", porque era essencialmente apenas um pedaço de madeira anexado a um braço com captadores e hardware anexado. Gibson vendeu mais tarde uma guitarra elétrica que corpo sólido assinado pelo Les Paul com início em 1950 que poderiam ser produzidos em massa.

Foi Leo Fender no final dos anos 1940 que se desenvolveu a primeira guitarra elétrica que teve êxito comercial. Com um único captador magnético, era conhecida como a "Esquire", enquanto o modelo com um captador magnético duplo foi conhecido como o "Telecaster".

Em 1953 fender introduziu às massas a mundialmente famosa guitarra Stratocaster. Esta guitarra teve muitos elementos únicos, características criativas e melhorias ao longo dos últimos modelos.

Estas produzidas em massa, Gibson e Fender são modelos capturaram uma geração e foram muito pulares entre muitos músicos influentes da época. Estas guitarras mudaram o panorama, o estilo e o som da música para sempre.

A partir de começos humildes, as guitarras elétricas se transformaram em um gênero de arte e foram capazes de captar as emoções e sentimentos de gerações inteiras de pessoas. Da lenda da guitarra Jimi Hendrix, até Guitar Hero, guitarras elétricas são agora sinônimos de música popular.

É isso aí! Você pode começar tocando violão e depois evoluir para a guitarra elétrica. Que confusão de nomes; violão, guitarra, tudo a mesma coisa!

A gente se encontra no próximo post com uma dica fresquinha sobre violão e guitarra.

Comente o post.

Abraço!!!

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja conhecer os 4 Acordes que Você Precisa Saber para Tocar Violão de Uma Vez por Todas, recomendo que assista a esse vídeo agora mesmo.

QUERO VER O VÍDEO


Categorias

rodrigo marques

Rodrigo Marques

O Curso de Violão Club acredita que a música é uma arte que realiza sonhos. Acima de tudo, acreditamos que tocar violão é mais do que uma forma de expressar arte, é também um caminho para o autoconhecimento, desenvolvimento da disciplina e do caráter humano.